0

México busca compensar falta de vacina da Pfizer com as de outros fornecedores

18 jan 2021
20h06
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente mexicano Andrés Manuel López Obrador afirmou nesta segunda-feira que o governo buscará compensar a redução de entregas da vacina da Pfizer contra Covid-19 com as de outros fornecedores.

Presidente do México, Andres Manuel Lopez Obrador. 15/1/2021. Mexico's Presidency/Handout via REUTERS
Presidente do México, Andres Manuel Lopez Obrador. 15/1/2021. Mexico's Presidency/Handout via REUTERS
Foto: Reuters

A Organização Mundial de Saúde (OMS) disse estar em discussões com a Pfizer para incluir a vacina no portfólio da agência de doses a serem distribuídas aos países mais pobres.

O México esperava entregas semanais de aproximadamente 400 mil doses da vacina da Pfizer, desenvolvida em parceria com a alemã BioNTech. Após acordos da farmacêutica norte-americana com a OMS, o México passaria a receber apenas metade desse total, disse López Obrador em uma entrevista coletiva.

Não ficou claro por quanto tempo duraria a redução. A Pfizer não respondeu imediatamente ao pedido por comentário.

A vacina Pfizer/BioNTech é atualmente a única a ser administrada no México, que registrou o quarto maior total de mortes do mundo pela pandemia.

O México também assinou acordos para comprar vacinas da britânica AstraZeneca e da chinesa CanSino. O México aprovou a dose da AstraZeneca e espera tê-las até março. O país ainda está analisando a vacina da CanSino.

O México deve produzir a vacina da AstraZeneca, e o ministro das Relações Exteriores, Marcelo Ebrard, disse no Twitter que o ingrediente ativo será enviado ao México pela Argentina.

Veja também:

Harry revela presente de Natal da rainha Elizabeth a Archie
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade