0

Memorial judaico é vandalizado em Estrasburgo

Ataque acontece duas semanas depois de túmulos serem depredados

2 mar 2019
12h25
atualizado às 15h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um memorial judeu de Estrasburgo, localizado na antiga sinagoga que foi incendiada por nazistas em setembro de 1940, foi vandalizado, denunciou Alain Fontanel, vice-prefeito da cidade do leste da França, neste sábado (2). Uma imagem da placa de mármore depois de ser depredada foi publicada por Fontanel em sua conta no Twitter. O ataque foi classificado por ele como um novo ato "antissemitismo" na cidade. "Infelizmente, a história se repete", disse Fontanel ressaltando que autoridades municipais e policiais estavam fazendo todo o possível para capturar os responsáveis.
    A pedra que marca a obra foi derrubada duas semanas após alguns túmulos judeus aparecerem com suásticas desenhadas na região de Quatzenheim. Na ocasião, o presidente francês, Emmanuel Macron, chegou a visitar o cemitério e expressou sua "total determinação em combater o antissemitismo em todas as suas formas". A França tem a maior comunidade judaica da Europa, cerca de 550 mil pessoas. De acordo com novas estatísticas, o país tem registrado um aumento de ataques antissemitas, que passaram de 311 em 2017 para 541 em 2018, um crescimento total de 74%.
   

Memorial judeu é vandalizado em Estrasburgo
Memorial judeu é vandalizado em Estrasburgo
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

Veja também:

Quem é o menino bailarino da Nigéria que viralizou nas redes sociais
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade