PUBLICIDADE

Mundo

Líder da extrema-direita francesa diz que precisa da maioria absoluta para governar efetivamente

18 jun 2024 - 09h00
(atualizado às 09h45)
Compartilhar
Exibir comentários

O líder do Reunião Nacional (RN), partido de extrema-direita da França, Jordan Bardella, fez um apelo aos eleitores na terça-feira para que seu partido obtenha maioria absoluta nas próximas eleições parlamentares, para que possa governar efetivamente.

O partido eurocético e anti-imigração de Bardella tem sua primeira chance real de conquistar o poder nacional nas eleições de 30 de junho e 7 de julho. As pesquisas de opinião têm colocado o RN consistentemente em primeiro lugar desde a surpreendente decisão do presidente Emmanuel Macron de dissolver o Parlamento neste mês.

Mas os pesquisadores que tentam o exercício complicado de fazer uma previsão de segundo turno para os 577 distritos eleitorais da França veem o RN não conseguindo assegurar a maioria absoluta que garantiria sua capacidade de aprovar leis sem aliados.

"Não vou vender aos franceses reformas que não posso realizar. Estou dizendo a eles que, para agir, preciso de uma maioria absoluta", disse Bardella à CNews TV.

Ele transmitiu a mesma mensagem ao jornal Le Parisien, pedindo aos eleitores que se unam a ele e a Marine Le Pen, ex-líder do RN e sua candidata na próxima eleição presidencial da França, prevista para 2027.

"Para governar, preciso de uma maioria absoluta", disse ele, dando a entender que o RN pode recusar qualquer oferta para formar um governo se não atingir o limite de 289 assentos junto com aliados próximos.

"Quem pode acreditar que seríamos capazes de mudar a vida cotidiana dos franceses coabitando com uma maioria relativa? Ninguém. Eu digo aos franceses: para nos testar, precisamos de uma maioria absoluta."

Bardella, de 28 anos, atenuou algumas das promessas de seu partido em meio às preocupações dos investidores sobre seu impacto nas finanças públicas, dizendo que um governo do RN não reduziria imediatamente o imposto sobre valor agregado em uma lista de 100 produtos essenciais.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade