PUBLICIDADE

Kremlin diz que ajuda militar dos EUA à Ucrânia alimentaria tensões

23 nov 2021 10h15
ver comentários
Publicidade

O Kremlin disse nesta terça-feira que qualquer decisão dos Estados Unidos de enviar assessores militares e mais equipamentos para a Ucrânia aumentaria as tensões.

Porta-voz do Kremlin Dmitry Peskov em fórum econômico em São Petersburgo
04/06/2021 REUTERS/Evgenia Novozhenina
Porta-voz do Kremlin Dmitry Peskov em fórum econômico em São Petersburgo 04/06/2021 REUTERS/Evgenia Novozhenina
Foto: Reuters

A CNN norte-americana noticiou na segunda-feira que Washington está considerando enviar assessores e novos equipamentos, incluindo armamento, para a Ucrânia, em um momento em que a Rússia tem concentrado forças perto da fronteira com aquele país.

"Estamos seriamente preocupados com as ações da Ucrânia na linha de contato no leste ucraniano e com a possibilidade de uma decisão ucraniana de usar a força lá", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, em uma coletiva de imprensa.

Peskov disse que a Rússia não tem planos de invadir a Ucrânia e que a Ucrânia pode garantir sua segurança retornando ao plano de paz acordado com Moscou.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade