0

Johnson pede que Reino Unido "construa, construa, construa" para superar crise do Covid-19

30 jun 2020
08h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, prometeu tirar a economia britânica da crise causada pelo coronavírus nesta terça-feira, acelerando o investimento em infraestrutura e reduzindo as regras de planejamento de propriedades.

Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.  Paul Ellis/Pool via Reuters
Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. Paul Ellis/Pool via Reuters
Foto: Reuters

À medida que o Reino Unido ressurge do confinamento, Johnson procura deixar de lado as críticas sobre o manejo da pandemia adotado por seu governo com um plano para reparar os danos econômicos e remodelar o país.

"Não podemos continuar simplesmente sendo prisioneiros da crise", afirmou Johnson. "Precisamos trabalhar rápido, porque já vimos a queda vertiginosa do PIB." [nL1N2E70EA]

Com um apelo para que o país "construa, construa, construa", Johnson anunciou planos para acelerar os gastos em infraestrutura do governo e "vasculhar a burocracia" em torno do planejamento para facilitar o desenvolvimento de propriedades.

Prometendo não cortar gastos, comparou seu plano ao programa "New Deal" do ex-presidente dos EUA, Franklin D. Roosevelt, da década de 1930, que incluía projetos de criação de empregos para ajudar os Estados Unidos a se recuperarem da Grande Depressão.

Veja também:

China responderá a sanções dos EUA
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade