2 eventos ao vivo

Japão pede a Hollande respeito à austeridade fiscal

TÓQUIO, Japão, 7 Mai 2012 (AFP) -O ministro japonês das Finanças, Jun Azumi, pediu nesta terça-feira ao presidente eleito da França, François Hollande, respeito aos compromissos franceses sobre a austeridade fiscal e o déficit público.

"Queremos que faça o que foi decidido até o momento, e gostaria de dizer isto a ele se houver a oportunidade", revelou Azumi em entrevista coletiva.

O Japão, importante parceiro comercial da União Europeia e grande comprador de bônus de fundos de apoio à zona do euro, teme que Hollande faça gastos excessivos para reativar o crescimento.

Na segunda-feira, Azumi se disse preocupado com a turbulência nos mercados após a eleição do socialista francês e da derrota na Grécia dos partidos pró-europeus, comprometidos em aplicar o programa de austeridade fiscal.

"Há risco de que estas mudanças sejam um fator de desestabilização para os mercados".

A Bolsa de Tóquio caiu 2,78% na segunda-feira, após as derrotas dos partidos no poder na França e na Grécia, o que pode agravar a crise da dívida na zona do euro.

gca-pn/lr

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade