PUBLICIDADE

Itália vai candidatar Roma a sede da Expo 2030

Anúncio foi feito pelo premiê Mario Draghi

28 set 2021 09h02
| atualizado às 09h11
ver comentários
Publicidade

O primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, anunciou nesta terça-feira (28) a candidatura de Roma para sediar a Exposição Universal de 2030.

Itália já recebeu a Exposição Universal em 2015, em Milão
Itália já recebeu a Exposição Universal em 2015, em Milão
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O megaevento acontece a cada cinco anos e exibe pavilhões montados por dezenas de países durante cerca de seis meses.

"Trata-se, sem dúvidas, de uma grande oportunidade para o desenvolvimento da cidade", disse Draghi em uma carta enviada aos candidatos a prefeito de Roma.

A Itália já recebeu a Exposição Universal em 2015, em Milão, evento que recebeu quase 21,5 milhões de visitantes. Além disso, o CEO da Expo 2015, Giuseppe Sala, aproveitou a notoriedade para se eleger prefeito da capital da Lombardia em 2016 - ele tenta a reeleição no próximo fim de semana.

A prefeita de Roma, Virginia Raggi, que também busca a reeleição neste ano, comemorou a notícia da candidatura. "Para Roma, também é um motivo de orgulho, porque desmente a lenda de que é uma cidade onde não dá para fazer as coisas", declarou Raggi, que logo nos primeiros meses de seu mandato, em 2016, enterrou a candidatura da capital para as Olimpíadas de 2024.

Até o momento, as cidades de Moscou, na Rússia, e Busan, na Coreia do Sul, também se candidataram para organizar a Expo 2030. A próxima edição da exposição começa oficialmente em 1º de outubro, em Dubai, Emirados Árabes Unidos, após ter sido adiada em um ano por causa da pandemia de Covid-19, enquanto a de 2025 será em Osaka, no Japão.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade