0

Itália ainda é foco de disseminação de vírus, diz Áustria

País pregou cautela na reabertura das fronteiras

28 mai 2020
08h13
atualizado às 08h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O ministro da Saúde da Áustria, Rudolf Anschober, afirmou nesta quinta-feira (28) que a Itália ainda é um foco de disseminação do novo coronavírus, o que exige "prudência" na reabertura das fronteiras entre os dois países.

Fronteira entre Áustria e Itália na cidade de Brennero
Fronteira entre Áustria e Itália na cidade de Brennero
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Segundo a Comissão Europeia, a orientação para os Estados-membros do bloco é a liberação das fronteiras entre países que estejam em uma situação epidemiológica semelhante.

A Itália registrou média de 570 novos casos diários nos últimos 10 dias, enquanto a Áustria teve, no total, cerca de 350 nesse mesmo período, com aproximadamente um sexto da população italiana.

"A Itália ainda é um foco, apesar de a situação ter melhorado em algumas regiões e do empenho grande. Sou um apoiador da liberdade de movimento, mas ainda devemos ser prudentes", declarou Anschober.

A Áustria foi o primeiro país a fechar sua fronteira terrestre com a Itália, que chegou a ser a nação mais atingida pela pandemia do novo coronavírus no mundo. Nas últimas semanas, no entanto, a tendência é de desaceleração nos contágios.

Veja também:

Coronavírus: como a pandemia de covid-19 afeta nosso cérebro
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade