0

Israel e Hamas trocam agressões na Faixa de Gaza

Ataques acontecem após promessa de anexar parte da Cisjordânia

11 set 2019
12h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Israel e o grupo palestino Hamas voltaram a trocar agressões nesta quarta-feira (11), um dia após o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ter prometido anexar mais de 25% da Cisjordânia caso vença as eleições de 17 de setembro.

Palestinos protestam contra Israel na fronteira da Faixa de Gaza, em 6 de setembro
Palestinos protestam contra Israel na fronteira da Faixa de Gaza, em 6 de setembro
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O Hamas lançou pelo menos três foguetes durante a manhã, fazendo soar as sirenes de alerta antimíssil perto da fronteira da Faixa de Gaza, enquanto um tanque israelense reagiu bombardeando dois postos militares do grupo fundamentalista no território palestino.

Na última terça (10), Netanyahu já havia sido forçado a interromper um comício em Ashdod por causa de foguetes disparados pelo Hamas. "O homem mais poderoso do Oriente Médio obrigado a fugir", ironizou um site islâmico pró-Hamas.

Nesse mesmo dia, o primeiro-ministro prometeu anexar o Vale do Jordão, que corresponde a mais de 25% da Cisjordânia, e todas as colônias judaicas no território. O anúncio busca angariar votos às vésperas das eleições legislativas de 17 de setembro, que devem ter uma disputa apertada entre o Likud, partido de Netanyahu, e a coalizão centrista Azul e Branco.

O primeiro-ministro já havia vencido as eleições em abril passado, mas não conseguiu formar maioria no Parlamento, forçando o país a voltar às urnas cinco meses depois.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade