PUBLICIDADE

Iraque encontra 'tesouro' do EI avaliado em mais de US$ 1,5 milhão

Além de dólares e joias, foram encontrados 15kg de ouro e prata

16 abr 2021
18h56 atualizado às 19h08
0comentários
18h56 atualizado às 19h08
Publicidade

Um tribunal do Iraque confiscou nesta sexta-feira (16) uma grande quantidade de dinheiro, joias, ouro e prata encontradas por policiais de Mosul em um casa usada pelos terroristas do Estado Islâmico.

Mosul foi capital do 'califado do EI' entre 2014 e 2017
Mosul foi capital do 'califado do EI' entre 2014 e 2017
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O diretor da polícia da cidade iraquiano, general Layth Khalil Hamdani, detalhou a descoberta do "tesouro" dos extremistas e informou que foram localizados a três metros de profundidade: US$ 1,5 milhão (R$ 8,4 milhões), 17 milhões de dinares iraquianos (cerca de R$ 64,6 mil), 15 quilos de ouro e prata, além de diversas joias de ouro em um fundo falso na casa.

Hamdani informou que a descoberta foi possível por denúncias anônimas que a polícia recebeu. O montante teria sido recolhido pelos membros do EI durante os roubos e saques das casas dos moradores de Mosul entre os anos de 2014 a 2017, período que chamaram a cidade de "capital do califado".

Ainda conforme o chefe da polícia local, o que não foi roubado, era exigido dos cidadãos como "taxa" para financiar o grupo terrorista.

As forças israelenses e internacionais conseguiram derrotar os extremistas, mas até hoje são feitas prisões de pessoas ligadas ao grupo. .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade