3 eventos ao vivo

Irã ultrapassa limite de urânio previsto em acordo nuclear

Chanceler de Teerã confirmou mais de 300 kg de urânio no país

1 jul 2019
11h23
atualizado às 14h29
  • separator
  • 0
  • comentários

O Irã confirmou nesta segunda-feira (1) que ultrapassou o limite de produção e armazenamento de urânio enriquecido, violando pela primeira vez o acordo nuclear assinado em 2015.
    Após fontes locais levantarem a suspeita de que o Irã teria excedido o limite permitido de 300 kg, o ministro das Relações Exteriores de Teerã, Mohammad Javad Zarif, veio à tona confirmar a informação, que também foi constatada pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), ligada às Nações Unidas.
    O Irã tinha anunciado no mês passado que aumentaria seu estoque de urânio enriquecido, como forma de pressionar a comunidade internacional.
    Neste momento, o Irã e os Estados Unidos trocam acusações e ameaças, em um clima crescente de tensão. Washington se retirou do acordo nuclear e anunciou sanções econômicas ao Irã, o que irritou o regime. O governo iraniano pede que a Europa e outros signatários do acordo se esforcem para mantê-lo, pois Teerã tem interesse que as sanções sejam retiradas. O urânio de baixo enriquecimento (3,67%) é usado para produzir combustível para reatores nucleares, mas também pode servir para armas nucleares.

Planta nuclear em Bushehr, no Irã
Planta nuclear em Bushehr, no Irã
Foto: EPA / Ansa - Brasil
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade