PUBLICIDADE

Índia adia entrega de vacinas contra Covid-19 a esquema da OMS

20 out 2021 11h36
ver comentários
Publicidade

A Índia adiou a entrega de vacinas contra Covid-19 ao esquema de compartilhamento global de vacinas Covax, disseram duas fontes à Reuters na terça-feira, um dia depois de a Organização Mundial da Saúde (OMS), um dos principais parceiros do mecanismo, dizer que não pode "pegar atalhos" para aprovar uma vacina desenvolvida domesticamente.

Profissional de saúde prepara dose de vacina contra Covid-19 em Nova Délhi
16/01/2021 REUTERS/Adnan Abidi
Profissional de saúde prepara dose de vacina contra Covid-19 em Nova Délhi 16/01/2021 REUTERS/Adnan Abidi
Foto: Reuters

Maior fabricante mundial de vacinas, a Índia retomou as exportações de imunizantes contra Covid-19 neste mês pela primeira vez desde abril. O país já enviou cerca de 4 milhões de doses para países com a vizinha Bangladesh e para o Irã, mas nenhuma para o Covax.

Atrasar os suprimentos do Covax pode transtornar campanhas de inoculação de vários países africanos que dependem dele para receber vacinas.

A OMS disse que não pode "pegar atalhos" na decisão de aprovação na segunda-feira, antes de uma reunião de 26 de outubro sobre a Covaxin, a primeira vacina indiana contra Covid-19.

Uma das fontes disse que é "frustrante" que a Índia ainda não tenha confirmado nenhum suprimento para o Covax, apesar de uma promessa feita pelo ministro da Saúde indiano no mês passado sobre o compromisso com o mecanismo e com outros durante o trimestre encerrado em dezembro.

As fontes, que foram inteiradas sobre as tratativas de exportações, não quiseram ser identificadas por não estarem autorizadas a falar do assunto.

"Ainda estamos esperando confirmação de quando e quantas doses podemos esperar quando as exportações de fato recomeçarem, e não estamos cientes de nenhum atraso específico", disse a Aliança Global de Vacinas e Imunização (Gavi), que colidera o Covax, em um email.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade