0

Incêndios nos EUA deixam 1,3 mil desaparecidos e 79 mortos

Novo balanço foi anunciado pelo xerife do condado de Butte

18 nov 2018
14h44
atualizado às 15h24
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O número de mortos nos dois incêndios que atingem a Califórnia, na costa oeste dos Estados Unidos, subiu para 79, enquanto que o de desaparecidos registrou mais de 1300. O novo balanço foi anunciado neste domingo (18) pelo xerife do condado de Butte, Kory Honea, que afirmou que a busca por mortos e desaparecidos continua.
    Batizadas como Camp Fire e Woolsey Fire, as chamas já mobilizaram pelo menos 9 mil bombeiros ao longo de 10 dias.
    Milhares de moradores da região foram evacuados.
    O incêndio Camp Fire é o mais letal da história do estado e já destruiu 59.893 hectares, deixou 12.263 estruturas ameaçadas, 9.700 prédios devastados, além de 76 mortos e cinco bombeiros feridos. Até o momento, apenas 55% dos fogo está contido. Já as chamas do Woolsey Fire causaram a destruição de 39.805 hectares, 57 mil estruturas ameaçadas, 836 prédios danificados, dois mortos e três bombeiros feridos. Ao todo, 82% do incêndio já está contido. Ontem (17), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visitou as áreas destruídas pelo fogo na Califórnia e exprimiu sua profunda tristeza ao ver a cidade Paradise totalmente devastada."É muito triste de ver", declarou o republicano.
   

Incêndios nos EUA deixam 1,3 mil desaparecidos e 79 mortos
Incêndios nos EUA deixam 1,3 mil desaparecidos e 79 mortos
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

Veja também:

Quem é o menino bailarino da Nigéria que viralizou nas redes sociais
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade