1 evento ao vivo

Imagens da Nasa mostram a dimensão dos incêndios que já ameaçam Los Angeles, na Califórnia

Ventos fortes ajudaram a espalhar o fogo, e bombeiros afirmam que não conseguem combatê-lo adequadamente nas condições climáticas atuais.

7 dez 2017
13h37
atualizado às 14h21
  • separator
  • comentários

Moradores do bairro de Bel-Air, em Los Angeles, estão sob ameaça de seren atingidos pelas chamas de um dos incêndios que devastam o Estado da Califórnia, na costa oeste dos Estados Unidos.

Califórnia emitiu o alerta roxo, o nível mais elevado de sua história | Imagem: Nasa
Califórnia emitiu o alerta roxo, o nível mais elevado de sua história | Imagem: Nasa
Foto: BBCBrasil.com

O incêndio Skirball já se espalhou por mais de 150 hectares e destruiu várias casas e mansões desta que é uma das áreas mais nobres da cidade americana.

Este é o mais recente de uma série de focos que surgiram nesta região do país nos últimos dias, deixando um rastro de devastação.

O maior deles, o incêndio Thomas, já afetou mais de 90 mil hectares e chegou à costa do Pacífico, como mostram imagens de satélite da Nasa, nas quais é possível ver a grande área queimada.

Ventos fortes ajudaram a espalhar as chamas e dificultam o combate ao fogo | Imagem: Nasa
Ventos fortes ajudaram a espalhar as chamas e dificultam o combate ao fogo | Imagem: Nasa
Foto: BBCBrasil.com

As fotos feitas a partir do espaço mostram os vários focos ativos de incêndio nesta parte da Califórnia.

De acordo com o Corpo de Bombeiros da Califórnia, até quarta-feira, 12 mil casas e edifícios estavam sob a ameaça do Thomas e 150 já haviam sido destruídos. Apenas 5% da área em chamas estava sob controle.

Ventos fortes ajudaram a espalhar as chamas e fizeram a fumaça avançar muitos quilômetros oceano adentro. A previsão é que a situação persista até pelo menos sexta-feira, com a possibilidade de rajadas de até 130 km/h.

Até quarta-feira, 12 mil casas e prédios estavam sob a ameaça do fogo, segundo o Corpo de Bombeiros da Califórnia
Até quarta-feira, 12 mil casas e prédios estavam sob a ameaça do fogo, segundo o Corpo de Bombeiros da Califórnia
Foto: EPA / BBCBrasil.com

"Não há como combater os incêndios com esse vento", disse Ken Pimlott, chefe do Corpo de Bombeiros do Estado.

Ordens de evacuação foram emitidas em várias áreas do Estado. Está em vigor o alerta roxo, o nível mais elevado na história da Califórnia, em meio ao que autoridades locais estão chamando de um "clima extramente crítico para fogo".

Em Bel Air, na quarta-feira, bombeiros foram vistos resgatando obras de arte de casas luxuosas enquanto tentavam conter o avanço do fogo. Moram no bairro celebridades e empresários como a cantora Beyoncé e o fundador da Tesla, Elon Musk.

No bairro de Bel Air, em Los Angeles, várias casas e mansões já foram destruídas
No bairro de Bel Air, em Los Angeles, várias casas e mansões já foram destruídas
Foto: EPA / BBCBrasil.com

O cantor Lionel Richie cancelou um show em Las Vegas que ocorreria na noite de ontem afirmando que estava "ajudando sua família a se abrigar em um local mais seguro".

Uma grande propriedade e vinhedo do bilionário Rupert Murdoch também corria risco e já sofreu danos. O jornal Los Angeles Times disse que Murdoch pagou US$ 28,2 milhões (R$ 94,5 milhões) pelo local há quatro anos - um valor 12 vezes acima da média em Bel Air.

O Museu Getty também estava sob a ameaça do fogo e permaneceria fechado nesta quinta-feira. A instituição disse não ter retirado as obras dali, mas que um sistema de filtragem do ar estava protegendo sua coleção, que inclui quadros de Leonardo da Vinci, Van Gogh e Turner, de possíveis danos causados pela fumaça.

As propriedades ameaçadas em Bel-Air costumam valer alguns milhões de dólares
As propriedades ameaçadas em Bel-Air costumam valer alguns milhões de dólares
Foto: AFP / BBCBrasil.com

A Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) cancelou hoje suas aulas, apesar do seu campus estar fora da área de evacuação na zona oeste da cidade, uma decisão que tomou com base no "quadro de incertezas". Muitas escolas estão fechadas.

O incêndio Creek, no norte de Los Angeles, também teve até agora somente 5% de sua área controlada. Ele cobre atualmente 12,6 mil hectares. Mas destruiu apenas quatro construções nesta que é uma região menos densamente povoada.

Em todo o Estado, mais de 200 mil pessoas já tiveram de deixar suas casas
Em todo o Estado, mais de 200 mil pessoas já tiveram de deixar suas casas
Foto: Reuters / BBCBrasil.com

Em todo o Estado, mais de 200 mil pessoas já tiveram de deixar suas casas. Uma moradora de Los Angeles, Patricia Moore, de 84 anos, se preparava para o caso de ter de fugir quando disse à agência de notícias AFP: "Ontem, estava mais ao norte, mas, nesta manhã, acordamos e estava ao leste de nós."

"Ouvimos os bombeiros antes de seis da manhã e dissemos: 'Talvez esteja na hora de começar a colocar nossas coisas no carro'."

BBCBrasil.com BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade