PUBLICIDADE

Igrejas católicas são incendiadas no Canadá

Incidente acontece após descoberta de ossadas de 215 crianças

22 jun 2021 12h05
| atualizado às 12h11
ver comentários
Publicidade

Duas igrejas católicas foram incendiadas na última segunda-feira (21) na Colúmbia Britânica, província do oeste do Canadá, semanas após a descoberta dos restos mortais de 215 crianças em uma antiga escola para indígenas na mesma região.

Foto de 1931 mostra crianças no Internato Indígena de Kamloops
Foto de 1931 mostra crianças no Internato Indígena de Kamloops
Foto: EPA / Ansa - Brasil

As duas igrejas ficavam em comunidades de povos nativos a cerca de 250 quilômetros de Kamloops, cidade onde as ossadas foram encontradas. Os incêndios ocorreram no Dia Nacional dos Povos Indígenas, celebrado sempre em 21 de junho.

"As primeiras indicações são de que os incêndios foram dolosos", disse à imprensa local Bob Graham, chefe dos bombeiros da região. As igrejas haviam sido construídas no início do século 20 e ficaram completamente destruídas.

No fim de maio, foi encontrada em uma escola de Kamloops uma vala comum com os restos mortais de 215 crianças. O colégio está fechado há mais de 40 anos, porém funcionava como um internato para indígenas tirados à força de suas comunidades e obrigados a abandonar sua cultura e sua língua.

A escola era gerida pela Igreja Católica em nome do governo federal, o que renovou os pedidos para o papa Francisco pedir desculpas pelos abusos físicos e sexuais cometidos por padres nesse tipo de internato.   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade