5 eventos ao vivo

Grécia e Macedônia chegam a acordo sobre disputa por nome

12 jun 2018
18h50
  • separator
  • comentários

A Grécia e a Macedônia chegaram a um acordo histórico para resolver uma disputa sobre o nome da antiga república iugoslava que tem dificultado relações entre os países vizinhos há décadas.

Premiê da Macedônia Zaev chega para evento em Skopje
 12/6/2018    REUTERS/Ognen Teofilovski
Premiê da Macedônia Zaev chega para evento em Skopje 12/6/2018 REUTERS/Ognen Teofilovski
Foto: Reuters

Sob o acordo, o primeiro-ministro da Macedônia, Zoran Zaev, disse que seu país será oficialmente chamado de "República da Macedônia do Norte". O país é atualmente conhecido formalmente na Organização das Nações Unidas como "Antiga República Iugoslava da Macedônia".

    Zaev disse que o acordo irá abrir caminho para eventual participação do país balcânico na União Europeia e na Otan, atualmente bloqueada pelas objeções da Grécia ao uso do nome Macedônia. Atenas diz que o nome implica reivindicações territoriais em uma província de mesmo nome no norte da Grécia.

    "Não há caminho de volta", disse Zaev em entrevista coletiva após conversas com o primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, por telefone. Um encontro entre os dois em breve pode selar o acordo, disse.

    "Nossa proposta no compromisso é um nome definido e preciso, o nome que é honroso e geograficamente preciso - República da Macedônia do Norte".

"Ao resolver a questão do nome, nós estamos nos tornando um membro da Otan", acrescentou Zaev.

    O acordo ainda exige ratificação dos Parlamentos de ambos países e um referendo na Macedônia, no que será um duro teste para os líderes nos dois países.

A disputa pelo nome azedou as relações entre os dois vizinhos pelo menos desde 1991, quando a Macedônia se separou da antiga Iugoslávia, declarando sua independência sob o nome de República da Macedônia.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade