PUBLICIDADE

Governo dos EUA reforçará segurança de embaixada no Iraque

Sede diplomática em Bagdá sofreu tentativa de invasão

31 dez 2019
16h36 atualizado às 17h32
0comentários
16h36 atualizado às 17h32
Publicidade

Após a tentativa de invasão contra a Embaixada dos Estados Unidos em Bagdá, o governo americano anunciou o envio de mais militares para proteger seu pessoal diplomático no Iraque.

Xiitas protestam em frente à Embaixada dos EUA em Bagdá
Xiitas protestam em frente à Embaixada dos EUA em Bagdá
Foto: EPA / Ansa - Brasil

A medida foi divulgada pelo secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, que também pediu para o governo iraquiano cumprir com suas responsabilidades internacionais.

A tentativa de invasão foi uma resposta aos bombardeios americanos contra milícias xiitas apoiadas pelo Irã, que deixaram pelo menos 25 mortos. O protesto teve início na manhã desta terça (31), após um cortejo fúnebre para milicianos vítimas dos ataques aéreos.

Em determinado momento, um grupo se dirigiu para a "Zona Verde", área fortificada em Bagdá, e lançou pedras contra a Embaixada dos EUA, além de ter destruído câmeras de segurança. O presidente Donald Trump acusou o Irã de organizar o protesto. 

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade