2 eventos ao vivo

Governo dos EUA formaliza apoio à entrada do Brasil na OCDE

Ministros da entidade se reuniram nesta quinta-feira, em Paris

23 mai 2019
16h22
atualizado às 16h38
  • separator
  • 0
  • comentários

Os Estados Unidos oficializaram nesta quinta-feira (23) seu apoio à entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), que havia sido prometido por Donald Trump a Jair Bolsonaro em março passado, durante reunião na Casa Branca.

Donald Trump e Jair Bolsonaro durante encontro na Casa Branca
Donald Trump e Jair Bolsonaro durante encontro na Casa Branca
Foto: EPA / Ansa - Brasil

A formalização do apoio foi feita durante a conferência ministerial da OCDE, em Paris, na França. "Hoje os EUA expressaram de modo claro e oficial seu apoio ao pleito do Brasil de ingressar na OCDE, uma prioridade do presidente Bolsonaro. O Brasil agradece o gesto de confiança e está pronto a trabalhar com todos os membros no processo de acessão", diz uma mensagem do Ministério das Relações Exteriores no Twitter.

Segundo o chanceler Ernesto Araújo, a oficialização já era "esperada", uma vez que Trump "tinha garantido seu apoio de maneira muito clara". "Era, talvez, a principal peça que faltava para que nós possamos, no mais breve prazo, começar o processo de adesão", disse.

O Brasil formalizou seu pedido de adesão em maio de 2017, ainda no governo de Michel Temer, mas sua entrada depende da aprovação dos Estados-membros, que incluem as nações mais desenvolvidas do mundo, além de países do leste europeu, do Chile, do México e da Turquia.

A contrapartida é que o Brasil abra mão do tratamento especial que o país possui na Organização Mundial do Comércio (OMC) por ser uma nação em desenvolvimento. Esse status garante mais flexibilidade no cumprimento de determinadas regras comerciais.

O apoio dos EUA foi prometido por Trump em 19 de março, durante reunião com Bolsonaro na Casa Branca, mas até então Washington não havia tomado nenhuma atitude concreta para formalizá-lo.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade