PUBLICIDADE

General nigeriano diz que líder do Estado Islâmico da África Ocidental está morto

14 out 2021 15h44
ver comentários
Publicidade

O principal general da Nigéria disse nesta quinta-feira que Abu Musab al-Barnawi, líder do grupo insurgente Estado Islâmico da África Ocidental, está morto.

Veículo das Forças Armadas da Nigéria
03/03/2021
REUTERS/Afolabi Sotunde
Veículo das Forças Armadas da Nigéria 03/03/2021 REUTERS/Afolabi Sotunde
Foto: Reuters

O Estado Islâmico da África Ocidental é um derivado do grupo insurgente Boko Haram, que luta contra as Forças Armadas nigerianas há 12 anos. Mais tarde, as duas facções militantes se voltaram uma contra a outra.

O conflito entre os insurgentes e as Forças Armadas da Nigéria, que também se espalha nos vizinhos Chade e Camarões, já deixou cerca de 300 mil mortos e milhões de pessoas dependentes de ajuda.

"Posso confirmar com convicção a vocês que Abu Musab está morto", disse Lucky Irabor, chefe do gabinete de Defesa, a repórteres na vila presidencial de Abuja, sem entrar em detalhes.

Vincent Foucher, especialista em grupos insurgentes do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França, disse que fontes o informaram que Al-Barnawi foi ferido em agosto durante um confronto com combatentes do Boko Haram e que mais tarde morreu, possivelmente em setembro.

Ele disse que, embora seja difícil obter informações concretas, o relato da morte de Al-Barnawi pareceu plausível porque o Estado Islâmico da África Ocidental emitiu uma série de gravações de áudio longas em maio e junho, mas silenciou completamente a partir de agosto.

Al-Barnawi foi o terceiro líder de um grupo insurgente islâmico da África Ocidental a morrer neste ano. Além dele, também morreram Abubakar Shekau, do Boko Haram, em maio, e Adnan Abu Walid al-Sahrawi, do Estado Islâmico do Grande Saara, em agosto.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade