0

França confirma dois mortos e mais de 40 feridos em explosão

Há mais de 40 feridos, sendo 10 em emergência absoluta, incluindo um bombeiro, e 37 pessoas em situação grave

12 jan 2019
11h41
atualizado às 11h59
  • separator
  • comentários

As autoridades francesas confirmaram que dois bombeiros morreram na explosão ocorrida neste sábado (12) , em Paris. Há mais de 40 feridos, sendo 10 em emergência absoluta, incluindo um bombeiro, e 37 pessoas em situação grave.

As informações foram divulgadas via Twitter pelo ministro do Interior, Christophe Castaner. Uma das feridas é uma jovem italiana, identificada como Angela Grignano e originária de Trapani. Ela trabalha em um hotel ao lado de onde a explosão ocorreu.

Incêndio atinge padaria no centro de Paris neste sábado (12)
Incêndio atinge padaria no centro de Paris neste sábado (12)
Foto: David Bangura/via REUTERS / Reuters

Os bombeiros removeram feridos do local através de janelas e retiraram moradores de suas casas devido à fumaça que saía da padaria, localizada na Rue de Trévise, no 9º arrondissement, uma área residencial e comercial.

Testemunhas descreveram o forte barulho da explosão. "Parecia um terremoto", disse um morador. Janelas estouraram, carros foram danificados, e prédios a centenas de metros de distância, abalados. Uma enorme coluna de fumaça foi vista de vários pontos da cidade.

'Coletes amarelos'

A explosão ocorreu em meio a um forte esquema de segurança na capital francesa e em seus arredores por conta da nona rodada de protestos dos chamados "coletes amarelos", anunciada para este sábado.

Os "coletes amarelos" têm protestado desde novembro contra o aumento nos preços dos combustíveis e contra reformas fiscais propostas pelo governo francês, que, segundo eles, atingiriam desproporcionalmente as classes trabalhadoras. Eles pedem também a renúncia de Macron e a reintrodução do imposto de solidariedade sobre a riqueza.

Após os distúrbios da semana passada, o Ministério do Interior francês optou por voltar a aumentar o dispositivo policial, com 80 mil agentes mobilizados em todo o país, 5 mil deles em Paris.

Com informações da Deutsche Welle

Veja também:

 

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade