0

Forças de Israel matam palestino durante protesto na fronteira de Gaza

10 mai 2019
17h40
  • separator
  • comentários

Forças israelenses mataram um palestino a tiros durante protestos semanais ao longo da fronteira com Israel nesta sexta-feira, disseram autoridades de saúde de Gaza.Além da morte do jovem de 24 anos, 30 outras pessoas foram feridas pelos disparos de munição real durante o protesto, do qual milhares participaram, afirmaram.Uma porta-voz dos militares de Israel disse que as tropas, que enfrentaram cerca de 6 mil palestinos na fronteira com Gaza, abriram fogo quando alguns deles se aproximaram da cerca fortificada.Mediadores de segurança do Egito estavam visitando a região para consolidar um acordo de cessar-fogo entre Israel e militantes de Gaza, liderados pelo grupo islâmico Hamas. Sua visita ocorreu após uma escalada nos confrontos na semana passada, que deixou 29 palestinos mortos, mais da metade deles civis, e quatro civis israelenses.Os manifestantes exigem o fim de um bloqueio israelo-egípcio a Gaza e os direitos dos palestinos a terras das quais seus familiares fugiram ou foram forçados a abandonar durante a fundação de Israel, em 1948.Israel vê os protestos como um possível acobertamento para ataques através da fronteira e uma tentativa do Hamas de desviar a atenção de seus problemas internos de governança.Mais de 200 moradores de Gaza foram mortos por tropas israelenses desde que a "Grande Marcha do Retorno" começou em 30 de março de 2018, segundo autoridades de saúde de Gaza. Um soldado israelense também foi morto por um franco-atirador palestino.

Forças de segurança de Israel observam do topo de uma colina protestos da minoria árabe do país
09/05/2019 REUTERS/Ammar Awad
Forças de segurança de Israel observam do topo de uma colina protestos da minoria árabe do país 09/05/2019 REUTERS/Ammar Awad
Foto: Reuters

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade