PUBLICIDADE

Finlândia reforça prontidão militar com aumento de tensões na Ucrânia

25 jan 2022 16h32
ver comentários
Publicidade

A Finlândia reforçou a prontidão de suas forças militares enquanto as tensões internacionais crescem em torno do acúmulo de tropas russas próximas à fronteira com a Ucrânia. 

A Finlândia, que não é integrante da Otan e tem um longo e difícil histórico de fronteira com a Rússia, não ofereceu detalhes sobre as alterações na organização de suas forças armadas. 

"A prontidão (das Forças de Defesa finlandesas) foi reforçada devido ao fato de que a situação em áreas próximas se tornou mais instável", afirmou o Coronel Petteri Kajanmaa, diretor do Departamento de Guerra da Universidade Finlandesa de Defesa Nacional, em referência à região do Mar Báltico. 

Kajanmaa, que falou em nome das forças armadas do país, disse que a instabilidade na região do Mar Báltico vinha da imprevisibilidade da Rússia. 

"Eles (russos) expressaram seus objetivos com clareza, mas não sabemos que tipo de ações eles estão prontos para tomar", disse. 

A Rússia acumulou dezenas de milhares de tropas próximas à Ucrânia, mas nega planejar um ataque ao país vizinho. A Otan respondeu destacando cerca de 4 mil tropas em batalhões multinacionais no Báltico e na Polônia, e considera acrescentar mais. 

Kajanmaa se recusou a especificar quais ações a Finlândia estaria tomando, mas disse que reforçar a prontidão normalmente significa coletar mais informações de inteligência, passar informações mais frequentes às lideranças estatais e movimentar recursos, como aviões e navios, para novas localizações. 

"Desta maneira podemos monitorar de maneira mais eficiente e teremos um tempo menor de reação", disse o coronel. 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade