0

Ex-consultor de Salvini é preso por corrupção na Itália

Paolo Arata é investigado por pagar suborno a empresário eólico

12 jun 2019
08h02
atualizado às 09h17
  • separator
  • comentários

O ex-consultor para Energia do partido ultranacionalista Liga, do vice-premier Matteo Salvini, e ex-parlamentar do Forza Itália Paolo Arata foi detido nesta quarta-feira (12) sob a acusação de corrupção e lavagem de dinheiro.
    A operação foi ordenada pelo investigador de Palermo, Guglielmo Nicastro, a pedido da Direção Distrital Antimáfia (DDA), liderada por Francesco Lo Voi, e também cumpriu mandato de prisão contra o filho de Arata, Francesco. Os dois são acusados de corrupção, lavagem de dinheiro e declaração fictícia de bens. Além disso, eles seriam parceiros ocultos do empresário eólico Vito Nicastri, de Trapani, considerado pelas autoridades italianas um dos financiadores da fuga do líder do Cosa Nostra Matteo Messina Denaro. De acordo com a polícia italiana, pai e filho estão sob investigação há meses após realizarem uma viagem à região siciliana para fazer negócios ilegais, os quais também envolvem Nicastri, que estava em prisão domiciliar desde abril.
    A justiça ainda ordenou a prisão de Nicastri e de seu filho Manlio. Já o ex-funcionário regional do Departamento de Energia, Alberto Tinnirello, acusado de corrupção, acabou em prisão domiciliar. Todos os suspeitos, segundo os promotores de Palermo, teriam participado de uma operação de suborno que , supostamente, favoreceu Nicastri e Arata na obtenção de autorizações para projetos eólicos e biometano. Os valores entre 11 mil e 115 mil euros seriam destinados ao governo regional.
    O inquérito também investiga Arata por um suposto pagamento de suborno ao ex-subsecretário de Estado junto ao Ministério da Infraestrutura e Transporte, o italiano Armando Siri, que teria recebido indevidamente a cifra de 30 mil euros. Em troca do dinheiro, Siri teria apresentado uma emenda ao Documento de Economia e Finanças (DEF), que nunca foi aprovada, sobre os incentivos ligados a uma mini eólica, um setor no qual o ex-consultor da Liga havia investido.
    O famoso "caso Siri" provocou a demissão do subsecretário e aliado próximo de Salvini.

Ex-consultor de Salvini é preso por corrupção na Itália
Ex-consultor de Salvini é preso por corrupção na Itália
Foto: ANSA / Ansa - Brasil
Ansa - Brasil   
  • separator
  • comentários
publicidade