5 eventos ao vivo

Noruega identifica mutação do vírus da gripe suína em 3 pessoas

20 nov 2009
15h44
atualizado às 16h22
  • separator

O Instituto de Saúde Pública da Noruega identificou uma mutação do vírus da gripe suína em três pessoas, informou nesta sexta-feira a instituição em comunicado. A nova mutação foi descoberta nas duas primeiras pessoas que morreram por causa da doença nesse país e em um terceiro paciente, que está em estado grave.

» Veja que cuidados tomar com a gripe suína


» Siga o Terra no Twitter
» OMS garante que imunização de crianças contra gripe é segura

Do instituto, indicaram que os outros mortos por causa da gripe não apresentavam essa mutação do vírus. Essa mutação poderia fazer o vírus "mais propenso" a infectar com maior intensidade as vias respiratórias e, por esse motivo, "provocar uma doença mais severa", disseram as mesmas fontes.

Segundo o diretor-geral do instituto, Geir Stene-Larsen, foram analisados cerca de 70 casos de vírus e essa variante mutada só foi detectada em três pessoas. "Baseando-se no que sabemos até agora, parece que o vírus mutado não circula entre a população, mas pode ser o resultado de mudanças espontâneas que ocorreram nesses três pacientes", afirmou.

Acrescentou, além disso, que "não há indícios" de que essa modificação do vírus "tenha nenhuma importância no efeito da vacina ou no efeito do tratamento antiviral".

Veja também:

Maior edifício impresso em 3D da Europa está em construção
EFE   
publicidade