0

Jovem de 22 anos é a 4ª vítima fatal de protestos na Turquia

No domingo, jovem de 20 anos morreu atropelado; entre sexta-feira e sábado, outras duas pessoas morreram, de acordo com a Anistia Internacional

3 jun 2013
22h11
atualizado às 22h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Protestos continuaram nesta segunda-feira, quarto dia de violência na Turquia</p>
Protestos continuaram nesta segunda-feira, quarto dia de violência na Turquia
Foto: AFP

O governo da cidade de Antakya, na província de Hatay, no sul da Turquia, confirmou a morte de um militante da juventude do Partido Republicado do Povo. Abdullah Comert, 22 anos, não resistiu aos ferimentos sofridos ao enfrentar a polícia em um protesto contra o governo nesta segunda-feira. Ele é a quarta vítima dos protestos que começaram na sexta-feira.

Também nesta segunda, o Sindicato dos Médicos da Turquia informou que Ayvalitas Mehmet, 20 anos, foi atropelado por um carro no domingo no distrito Mayis, em Istambul, berço dos protestos. No entanto, no final de semana a Anistia Internacional recebeu denúncia de outras duas mortes cujas identidades não foram reveladas.

Ao todo, mais de 3 mil pessoas ficaram feridas na onda de protestos que começou na sexta-feira da semana passada em Istambul e se espalhou pelo país. Um grupo tentava impedir a derrubada de árvores de um parque para a construção de um shopping quando entrou em violento confronto com a polícia. Isso gerou revolta e as manifestações aumentaram e ganharam tom político, contra o governo conservador.

Milhares de jovens foram presos. Segundo o último balanço do governo, já eram quase 2 mil o número de detidos em todo o país. Os protestos continuaram na noite desta segunda-feira, com enfrentamentos entre polícia e manifestantes em Istambul, na capita Ancara, e em outras cidades.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade