5 eventos ao vivo

Homem aposta R$ 3,5 mi em plebiscito escocês e sai vitorioso

Ele nega porém que tenha corrido um risco demasiadamente alto, e diz que pensou na aposta como um investimento, ou, como definiu, como uma "aposta responsável"

23 set 2014
10h37
atualizado às 10h39
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Ele afirmou que, desde junho, todas as pesquisas de opinião apontavam para a vitória do "Não".</p>
Ele afirmou que, desde junho, todas as pesquisas de opinião apontavam para a vitória do "Não".
Foto: AP

Homem que apostou R$ 3,5 milhões no plebiscito escocês aconselha: 'não tentem fazer isso'
Um homem apostou 900 mil libras, ou cerca de R$ 3,5 milhões, na vitória do "Não" no plebiscito sobre a independência da Escócia.

Ele nega porém que tenha corrido um risco demasiadamente alto, e diz que pensou na aposta como um investimento, ou, como definiu, como uma "aposta responsável".

No entando, com a vitória do "Não", o homem - que não revela o nome – ganhou 1,093 milhão de libras, ou cerca de R$ 4,26 milhões, um retorno equivalente a pouco mais de R$ 760 mil, ou 25% do total apostado.

Foto: BBC News Brasil

Foto: BBC Brasil

"Chamaria isso de aposta responsável. O principal conselho que eu daria é: não tentem isso em casa", brincou o homem, em entrevista à BBC. "Para mim, foi como fazer um investimento".

O homem afirmou ter considerado todas as pesquisas de opinião sobre o plebiscito – mais de 80, segundo ele.

"Minhas filhas dizem que sou viciado em dados. Tive uma carreira na área financeira, na qual fazia projeções para minimizar riscos", disse.

Ele afirmou que, desde junho, todas as pesquisas de opinião apontavam para a vitória do "Não". E mesmo quando uma pesquisa indicou a vitória do "Sim", ele disse não ter temido.

"Observei casos anteriores, como o de Quebec, e fui dormir tranquilo, porque tudo indicava que o 'Não' venceria".

Apesar de ter corrido um risco alto para ganhar um quarto do que apostou, o homem afirmou não poder desperdiçar dinheiro.

"Se tivesse perdido, teria tido um problema sério, principalmente com minha mulher", afirmou.

Onda separatista: entenda o caso da Escócia Onda separatista: entenda o caso da Escócia

Veja também:

O mergulhador paraplégico que ajuda a limpar mar em Israel
BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade