PUBLICIDADE

Facebook censura foto de amamentação; mulheres protestam

Quando mãe recebeu notificação da rede social sobre "violações de nudez", achou que se tratava de uma brincadeira

27 jan 2015 12h58
| atualizado às 13h02
ver comentários
Publicidade
<p>Foto de uma das mães que participaram do protesto</p>
Foto de uma das mães que participaram do protesto
Foto: Mirror / Reprodução

A britânica Kaya Wright, de 32 anos, compartilhou uma imagem em que aparece amamentando seu filho Kayden, de 1 ano, em um grupo fechado do Facebook voltado a discussões sobre maternidade e amamentação. A foto, no entanto, foi censurada pela rede social - o que motivou diversas outras mães a protestarem em solidariedade a ela. 

Kaya contou ao The Liverpoll Echo que, quando recebeu uma notificação em seu perfil alegando que a empresa estava "revendo" a imagem por violações de nudez, achou que se tratava de uma brincadeira. 

"Primeiramente, pensei que era piada. O Facebook disse que a foto havia sido reportada por nudez, mas não tinha como ver nada demais nela. Depois, fiquei um pouco decepcionada com a ideia de que alguém no grupo poderia tê-la denunciado", disse à publicação. "É um grupo sobre amamentação, o que você espera? Algumas amigas acreditaram inclusive que ela tinha sido denunciada por engano", completou. 

Assim que ela compartilhou com as outras integrantes do grupo o que havia acontecido, dezenas de mulheres começaram a postar imagens delas mesmas amamentando seus filhos em sinal de solidariedade. 

"Amamentar é incrível, todas deveriam tentar. Mas neste país eu notei que existe uma atitude diferente. Desde que Kayden nasceu, as pessoas ficam me perguntando quando vou começar a alimentá-lo com mamadeira. Amamentar já é difícil, isso deixa mais difícil ainda. Acho que a prática deveria ser ensinada nas escolas para criar mais consciência (...). No mundo ocidental, seios são 'sexualizados'. As pessoas precisam se lembrar de que os peitos são para alimentar bebês", afirmou Kaya. 

Posteriormente, o Facebook informou que não iria excluir mais sua imagem, pois ela não violava as regras de nudez.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade