2 eventos ao vivo

Escola onde alunos usam saudações nazistas é investigada

Fotos mostram que alguns estudantes adotaram o bigode de Hitler, e mensagens indicam que os jovens costumavam usar frases e comentários preconceituosos para se referir aos judeus

29 out 2014
16h51
atualizado às 16h56
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma escola alemã onde os alunos usam cumprimentos nazistas está sendo investigada pela polícia, informou o Daily Mail.

<p>Estudante é fotografado fazendo saudação nazista em escola da Alemanha</p>
Estudante é fotografado fazendo saudação nazista em escola da Alemanha
Foto: Daily Mail / Reprodução

As autoridades ficaram chocados ao saber que 29 alunos trocavam mensagens repletas de slogans nazistas, como "Heil Hitler". Os investigadores também tiveram acesso a fotos em que os jovens, de 14 e 15 anos, aparecem fazendo saudações nazistas e usando bigode similar ao de Hitler.

De acordo com a mídia local, estudantes da Landsberg Gymnasiums, situada perto da cidade de Leipzig, costumavam fazer menções preconceituosas aos judeus e brincadeiras racistas através do aplicativo WhatsApp. Uma das conversas obtidas pela polícia dizia: "Por que Hitler se matou? Porque os judeus lhe mandaram a conta de gás".

Os pais dos alunos estão indignados com a sequência de acusações e apontaram para a improbabilidade de toda a turma estar envolvida. Segundo eles, a mídia está acusando todos os 29 alunos da turma injustamente. 

Gampel, ex-diretor de uma comunidade judaica local, disse ao Daily Mail que seu filho já havia sofrido perseguição na escola. "Meu filho me disse que alguém havia colado um adesivo do Partido Nacional Democrata (antigo partido nacionalista alemão e uma das poucas organizações patrióticas não proibidas pelo governo alemão) em sua jaqueta. Todos sabiam que ele era judeu".

Um porta-voz do ministro da educação em Saxony-Anhalt disse estar chocado com as acusações e afirmou que se elas forem verdade, as autoridades agirão com "tolerância zero".

O diretor da escola, Lutz Feudel, se mostrou igualmente impressionado com a revelação, mas disse que não quer acusar as crianças imediatamente. "Quebrar tabus faz parte do início da vida adulta. Eu não acredito que eles queriam promover a ideologia neonazista".

A exibição de símbolos e o pronunciamento de cumprimentos ou frases nazistas são estritamente proibidos na Alemanha atual.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade