0

Europa precisa acelerar esforços na luta contra coronavírus, diz OMS

26 out 2020
18h06
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Europa precisa de uma "aceleração séria" dos esforços na luta contra o coronavírus, e a falta de capacidade de rastreamento de contatos poderia levar a doença à escuridão no continente, disse uma importante autoridade da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda-feira. 

Mike Ryan, da OMS, em entrevista coletiva em Genebra
03/05/2019
REUTERS/Denis Balibouse
Mike Ryan, da OMS, em entrevista coletiva em Genebra 03/05/2019 REUTERS/Denis Balibouse
Foto: Reuters

O quadro europeu é implacavelmente sombrio, à medida que uma série de países reportam altas recordes de casos, liderados pela França, que registrou mais de 50 mil novos caso diários pela primeira vez no último domingo, enquanto o total de mortes no continente ultrapassou a marca de 250 mil. 

O continente, que compreende 46 países membros da OMS, representa 46% do número de casos globais e quase um terço das mortes, disse Mike Ryan, principal especialista em emergências da OMS. 

"Atualmente estamos bem atrás do vírus na Europa, então, para passar à frente dele, precisamos acelerar seriamente no que vamos fazer", disse Ryan em entrevista coletiva. 

A capacidade clínica para administrar os pacientes hospitalizados aumentou na Europa e o número de mortes é "muito, muito baixo", disse Ryan, fazendo reverência aos sistemas e profissionais de saúde.

"Mas estamos vendo um grande número de casos, estamos vendo a doença se espalhar, taxas de positividade muito, muito altas e uma capacidade cada vez menor de fazer qualquer tipo de rastreamento de contato, o que irá empurrar a doença para a escuridão", disse. 

Veja também:

O jovem que trocou seu piano por uma arma e desapareceu na guerra
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade