2 eventos ao vivo

EUA testam míssil após deixar acordo nuclear com Rússia

A Rússia e a China denunciaram o teste como uma escalada militar

20 ago 2019
18h35
  • separator
  • 0
  • comentários

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira (19) que realizou um teste com um míssil de cruzeiro na ilha San Nicolas, na Califórnia. A medida ocorre poucos dias depois da administração de Donald Trump deixar oficialmente o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF), firmado com a Rússia. De acordo com comunicado do Pentágono, citado pela CNN, o teste de voo do míssil configurado convencionalmente e lançado em terra ocorreu por volta das 14h30 (horário local) no último domingo (18). O projétil atingiu um alvo a 500 km de distância. "Os dados coletados e as lições apreendidas com o teste darão informações ao Departamento de Defesa sobre as capacidades futuras do médio alcance", diz o texto. Imagens publicadas pelo exército norte-americano mostram o míssil disparado a partir de um sistema de lançamento vertical Mark 41.
    O teste coloca fim ao tratado de desarmamento. Washington retirou-se do INF com Moscou no início de agosto, após anos de acusações contra o governo de Vladimir Putin por supostas violações no desenvolvimento do sistema russo de mísseis de cruzeiro SSC-8.
    O INF limitou o desenvolvimento de mísseis lançados a partir do solo com um intervalo entre 500 e 5.500 km. A Rússia e a China condenaram o primeiro teste dos EUA e denunciaram o risco de uma "escalada" de tensões militares e de retomada da corrida armamentista. "Os EUA embarcaram claramente em uma escalada de tensão militar.
    Não reagiremos às provocações", afirmou o vice-ministro das Relações Exteriores, Sergei Ryabkov.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade