1 evento ao vivo

Mundo

EUA proíbem entrada de duas autoridades da Venezuela no país

Reuters

O Departamento de Estado norte-americano disse em um comunicado que as duas autoridades cometeram "violações graves de direitos humanos"

2 ago 2019
15h35
atualizado às 15h44
  • separator
  • 0
  • comentários

Os Estados Unidos disseram nesta sexta-feira que impedirão duas autoridades da Venezuela acusadas de violar direitos humanos de entrarem em solo norte-americano, na ação mais recente para forçar a saída do presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

O Departamento de Estado norte-americano disse em um comunicado que as duas autoridades, Rafael Enrique Bastardo Mendoza, comandante das forças especiais da Venezuela, e Iván Rafael Hernández Dala, o chefe de contrainteligência, cometeram "violações graves de direitos humanos".

Os EUA impuseram sanções financeiras a ambos, além de três outras pessoas, em fevereiro.

A medida do Departamento de Estado permite aos EUA revogar qualquer visto que os dois funcionários, seus cônjuges ou filhos menores de idade possam ter e os impede de viajar aos EUA.

Veja mais:

Venezuela mergulha na escuridão com blecaute geral

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade