0

EUA anunciam restrições contra funcionários da Huawei

Governo Trump irá restringir vistos dos representantes

15 jul 2020
18h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, anunciou nesta quarta-feira (15) que o governo de Donald Trump pretende impor sanções contra alguns funcionários da Huawei e de outras empresas chinesas.
    Segundo ele, a intenção é restringir a concessão de vistos a determinados representantes de gigantes chinesas de telecomunicações, que fornecem apoio material a regimes envolvidos em violações e abusos dos direitos humanos. O secretário de Estado alertou que todas as companhias de telecomunicações em todo mundo "devem considerar" que, se fizerem negócios com a Huawei, "estão fazendo negócios com violadores de direitos humanos".
    Além disso, Pompeo classificou a empresa chinesa de "braço do estado de vigilância do Partido Comunista Chinês que censura dissidentes políticos e permite campos de confinamento em massa em Xinjiang e a servidão de sua população em toda a China".
    Os Estados Unidos acusam a Huawei de realizar espionagem para a China. No entanto, a gigante de telecomunicações nega as denúncias e diz que os EUA querem frustrar seu crescimento, principalmente porque não tem nenhuma empresa americana com a mesma tecnologia.

Veja também:

Explosão no Líbano: BBC visita epicentro do desastre no porto de Beirute
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade