0

Após a Flórida, furacão Michael segue para nordeste dos EUA

Terceira tempestade mais forte a atingir o território continental dos Estados Unidos ameça provocar danos na Geórgio e nas Carolinas

11 out 2018
10h40
atualizado às 15h49
  • separator
  • comentários

O furacão Michael, a terceira tempestade mais forte a atingir o território continental dos Estados Unidos, seguiu para o nordeste do país nesta quinta-feira, enfraquecido mas ainda ameaçando provocar danos na Geórgia e nas Carolinas depois de danificar cidades da Flórida.

Um homem morreu quando uma árvore caiu sobre sua casa na Flórida, e uma menina foi morta por destroços que atingiram uma casa na Geórgia, disseram autoridades e a mídia local.

O furacão de categoria 4 foi o mais violento a atingir a Flórida em 80 anos quando chegou ao Estado na quarta-feira, mas perdeu força ao rumar para a Geórgia. Na manhã desta quinta-feira ele foi rebaixado para tempestade tropical, com ventos contínuos máximos reduzidos a 96 km/h.

Ondas atingem casas no litoral da Flórida durante passagem do furacão Michael 10/10/2018 REUTERS/Steve Nesius
Ondas atingem casas no litoral da Flórida durante passagem do furacão Michael 10/10/2018 REUTERS/Steve Nesius
Foto: Reuters

Mais de 700 mil casas e negócios estavam sem energia na Flórida, no Alabama e na Geórgia na manhã desta quinta-feira. Milhares de pessoas foram para abrigos de madrugada para fugir da tempestade, que se aproximava rapidamente.

A tempestade, que chegou a ter ventos de 248 km/h, atingiu comunidades da Flórida derrubando edificações, árvores e linhas de transmissão e transformando ruas em rios que alcançaram tetos de casos, como mostraram imagens de televisão.

"O vento que passou por aqui foi surreal. Destruiu tudo", disse Jason Gunderson, membro do Cajun Navy, um grupo de agentes de resgate, à rede CNN na manhã desta quinta-feira de Callaway, um subúrbio de Panama City Beach, na Flórida. "Está inabitável. É de partir o coração".

O Michael ganhou força rapidamente ao seguir pelo norte pelo Golfo do México e pegou muitos de surpresa. A tempestade chegou à terra na tarde de quarta-feira perto de Mexico Beach, cerca de 32 quilômetros a sudeste de Panama City Beach.

Os governadores da Carolina do Norte e do Sul instruíram os moradores a se prepararem para chuvas pesadas e ventos dignos de uma tempestade enquanto o Michael rumava para o norte pelo litoral do Atlântico. As Carolinas ainda estão se recuperando do furacão Florence, que as assolou menos de um mês atrás.

O Centro Nacional de Furacões (NHC) disse que o Michael provocará até 20 centímetros de chuva em algumas áreas, e até 30 centímetros de chuva estão previstos para a Flórida.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade