1 evento ao vivo

EUA suspeitam de atividades em usina de Resende, diz pesquisa

22 jul 2012
15h01
atualizado às 16h21

O Brasil desperta "suspeitas" no governo dos Estados Unidos devido à sua negativa em aceitar inspeções completas na usina de Resende, segundo o pesquisador argentino Federico Merke. As informações são da Ansa .

Autor do livro "A Defesa no século XXI", lançado pela editora Capital Intelectual, Merke afirma que Washington desconfia da possibilidade do Brasil se tornar um fornecedor de urânio enriquecido ao Irã. O escritor cita informes da Agência Internacional de Energia Nuclear (AIEA) e argumenta que o organismo nutre divergências com o Brasil desde 2003, quando fracassaram as negociações sobre o alcance das inspeções em Resende.

Segundo ele, chegou-se a um acordo em 2009, mas "o acesso dos inspetores continua sendo menor que o total". Para os Estados Unidos e a Alemanha, o Brasil seria um dos oito países do mundo com capacidade para enriquecer urânio.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade