0

Eleições EUA: Correios alertam para atraso na apuração

Nas eleições presidenciais dos Estados Unidos é esperado que até metade dos eleitores votem pelo correio

14 ago 2020
15h08
atualizado às 15h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Caixa de correio do Serviço Postal dos Estados Unidos em Washington
10/08/2020 REUTERS/Leah Millis
Caixa de correio do Serviço Postal dos Estados Unidos em Washington 10/08/2020 REUTERS/Leah Millis
Foto: Reuters

Antes de uma eleição presidencial na qual até metade dos eleitores dos Estados Unidos pode enviar os votos pelo correio, o Serviço Postal está alertando alguns Estados que eles precisam proporcionar mais tempo para a contagem destas cédulas.

O Serviço Postal disse que em ao menos três deles --Michigan, Pensilvânia e Washington-- existe um "risco considerável" de os eleitores não terem tempo suficiente para preencher e enviar seus votos respeitando as leis estaduais atuais, que permitem que estes solicitem cédulas a poucos dias da eleição.

As cartas ressaltam a possibilidade de um número significativo de votos pelo correio para a eleição presidencial de 3 de novembro não ser contado se estes forem devolvidos muito tarde.

"As autoridades eleitorais estaduais e municipais precisam entender e levar em conta nossos padrões operacionais e cronogramas recomendados", disse a porta-voz do Serviço Postal, Martha Johnson.

As autoridades eleitorais têm corrido para se prepararem para uma avalanche de votos pelo correio, já que os norte-americanos estão evitando aglomerações devido à pandemia de coronavírus, que levou muitos Estados a facilitarem esta modalidade de votação.

O próprio Serviço Postal foi arrastado a uma batalha política.

O presidente Donald Trump, que aparece atrás do rival democrata Joe Biden em pesquisas de opinião, rejeita uma votação postal em larga escala, dizendo sem provas que ela pode levar a uma fraude. Biden e outros democratas acusam Trump de tentar desestimular o voto pelo correio por acreditar que isso aumentaria suas chances de se reeleger.

Especialistas eleitorais dizem que a votação postal é tão segura quanto qualquer outro método.

 

Veja também:

Miley Cyrus incentiva fãs a votarem nas eleições americanas
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade