1 evento ao vivo

Espanha diz que não vai permitir que embaixada na Venezuela se torne centro de atividade política

3 mai 2019
09h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Espanha não vai permitir que sua embaixada em Caracas seja usada como centro político pelo líder de oposição venezuelano Leopoldo López, disse o ministro das Relações Exteriores espanhol, Josep Borrell, no Líbano, nesta sexta-feira.

Ministro das Relações Exteriores espanhol, Josep Borrell
20/03/2019
REUTERS/Javier Barbancho
Ministro das Relações Exteriores espanhol, Josep Borrell 20/03/2019 REUTERS/Javier Barbancho
Foto: Reuters

López, um aliado do líder opositor Juan Guaidó, se refugiou na embaixada espanhola com a mulher e os filhos no início da semana após uma tentativa fracassada de um levante militar contra o governo do presidente Nicolás Maduro.

"A Espanha não vai permitir que sua embaixada seja convertida em um centro de atividade política pelo sr. López ou por qualquer outro", disse Borrell durante uma conferência em Beirute.

Na quinta-feira, o governo espanhol informou que não tinha intenção de entregar López para as autoridades da Venezuela.

Veja também:

Piscina de mergulho mais funda do mundo abre na Polônia
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade