PUBLICIDADE

Erupção submarina provoca tsunami de 1,2 metro em Tonga

Fenômeno natural não deixou vítimas

15 jan 2022 10h47
| atualizado às 11h14
ver comentários
Publicidade

Uma erupção submarina provocou ondas de até 1,2 metro em Tonga, arquipélago situado no sul do Oceano Pacífico, neste sábado (15).

Imagem de satélite mostra erupção submarina perto da costa de Tonga
Imagem de satélite mostra erupção submarina perto da costa de Tonga
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O tsunami atingiu a cidade de Nuku'Alofa, capital do reino, mas não deixou vítimas, embora tenha gerado uma fuga para lugares mais altos.

O fenômeno foi consequência da erupção do vulcão submarino Hunga Tonga-Hunga Ha'apai, que fica a 65 quilômetros de Nuku'Alofa e voltou à atividade poucas horas depois de um alerta de tsunami emitido na última sexta-feira (14) ter sido revogado.

"Foi enorme, o chão tremeu, nossa casa estava tremendo. Meu irmão mais novo pensou que bombas estavam explodindo", disse a tonganesa Mere Taufa, que estava se preparando para jantar quando o vulcão entrou em erupção, ao site neozelandês Stuff.

Segundo ela, poucos minutos depois a água começou a invadir sua casa. "Sabíamos imediatamente que era um tsunami, a água estava jorrando em nossa casa. Dava para ouvir gritos por todo lugar", declarou.

O rei de Tonga, Tupou VI, foi evacuado do palácio real de Nuku'Alofa e levado para um local seguro. As autoridades de Austrália, Fiji, Nova Zelândia e Vanuatu, países situados no Pacífico Sul, também emitiram alertas de tsunami por conta da erupção.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade