PUBLICIDADE

Equador e Peru vão às urnas para escolher novos presidentes

11 abr 2021
15h14 atualizado às 16h05
0comentários
15h14 atualizado às 16h05
Publicidade

Os eleitores peruanos e equatorianos vão às urnas neste domingo (11) para eleger novos presidentes. Este é o segundo turno no Equador, mas, no Peru, o pleito poderá ser concluído somente no dia 6 de junho, data prevista para o segundo dia de votação.

Equador e Peru vão às urnas para escolher novos presidentes
Equador e Peru vão às urnas para escolher novos presidentes
Foto: EPA / Ansa - Brasil

As eleições nos dois países da América do Sul são realizadas em meio ao agravamento da pandemia do novo coronavírus, além da crise econômica.

No território peruano, o primeiro turno da eleição é disputado por 18 candidatos, sendo que nenhum deles apresentou mais de 10% das intenções de votos em pesquisa na véspera.

O embate é liderado pela filha do ex-ditador Alberto Fujimori, Keiko Fujimori, e o professor e radical de esquerda Pedro Castillo. A política, no entanto, aparece um pouco à frente nas pesquisas, mas tudo indica que haverá um segundo turno.

Para analistas, a única certeza é que o sucessor do presidente interino, Francisco Sagasti, só poderá ser eleito na votação marcada para 6 de junho, na qual contará com pelo menos sete líderes políticos na disputa.

Já no Equador, o pleito de hoje definirá o vencedor da disputa entre o progressista Andrés Arauz e o conservador Gullermo Lasso.

Os dois candidatos equatorianos estão comprometidos em conquistar os votos do eleitorado indígena que havia apoiado o concorrente Yaku Perez, terceiro colocado no primeiro turno. 

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade