PUBLICIDADE

Hollande se reunirá na quinta-feira com chefe da Coalizão Nacional Síria

França, assim como os Estados Unidos e o Reino Unido, responsabiliza o regime de Bashar al-Assad pelo ataque com armas químicas

27 ago 2013 16h40
| atualizado às 16h49
ver comentários
Publicidade

O presidente da França, François Hollande, se reunirá na quinta-feira com o presidente da opositora Coalizão Nacional Síria (CNFROS), Ahmad Yarba, anunciou nesta terça-feira o Palácio do Eliseu. A sede da presidência francesa informou em comunicado que o encontro vai acontecer em Paris às 10h locais (5h de Brasília).

A reunião acontece em um momento em que a comunidade internacional avalia a resposta que deve ser dada ao suposto ataque químico de quarta-feira passada nos arredores de Damasco, que, segundo a oposição síria, causou mais de mil mortos.

Pouco antes do anúncio da reunião de quinta-feira, Hollande, na abertura da conferência anual de embaixadores franceses, havia informado sua decisão de reforçar o apoio militar da França à Coalizão síria.

A França, assim como os Estados Unidos e o Reino Unido, responsabiliza o regime de Bashar al-Assad pelo ataque e hoje se mostrou disposta a "castigar os que tomaram a decisão infame de atacar com gás inocentes".

Hollande especificou que a decisão de intervir ou não será tomada nos próximos dias e, em referência velada às dificuldades para mobilizar o Conselho de Segurança da ONU, assegurou que "o direito internacional não pode ser um pretexto para permitir que se façam massacres em massa".

EFE   
Publicidade
Publicidade