1 evento ao vivo

Deputados italianos trocam agressões durante debate

Briga ocorreu entre membros de partidos historicamente aliados

12 jul 2018
21h24
  • separator
  • comentários

Deputados da Câmara da Itália trocaram agressões nesta quinta-feira (12), durante uma sessão que discutia o decreto-lei que designa a nova sede do Tribunal de Bari, no sul do país.

A polêmica começou quando uma parlamentar do Partido Democrático (PD), Alessia Morani, de oposição, citou um artigo do jornal "la Repubblica" que diz que a sede provisória escolhida pelo governo pertence a um homem suspeito de ter emprestado dinheiro à máfia.

Enquanto a oposição gritava "honestidade" e cobrava a renúncia do ministro da Justiça, Alfonso Bonafede, deputados da ultranacionalista Liga acusaram o partido de extrema direita Irmãos da Itália (FDI) de ser a "muleta" do antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S).

O clima esquentou, e dois deputados, Andrea Delmastro delle Vedove (FDI) e Marzio Liuni (Liga), trocaram agressões dentro da Câmara. O presidente da Casa, Roberto Fico (M5S), suspendeu a sessão e pediu a ajuda dos funcionários da Câmara para separar os brigões, mas um deles acabou levando um soco.

O inusitado é que a Liga é uma tradicional aliada do FDI e faz parte do governo justamente com o M5S. Após a confusão, Bonafede se pronunciou e disse que o procedimento para identificar a nova sede do Tribunal de Bari foi executado "no pleno respeito das regras, de maneira pública e transparente".

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade