0

Cruz Vermelha busca isenções de sanções conforme Coreia do Norte intensifica campanha antivírus

13 fev 2020
15h08
  • separator
  • 0
  • comentários

A Cruz Vermelha pediu nesta quinta-feira uma isenção urgente das sanções contra a Coreia do Norte para ajudar a prevenir um surto de coronavírus, após uma epidemia na vizinha China.

Bandeira da Coreia do Norte
30/09/2019 REUTERS/Kim Hong-Ji
Bandeira da Coreia do Norte 30/09/2019 REUTERS/Kim Hong-Ji
Foto: Reuters

"Sabemos que há uma necessidade urgente de equipamentos de proteção individual e kits de teste, itens que serão vitais para se preparar para um possível surto", disse Xavier Castellanos, diretor da Ásia-Pacífico do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, em um comunicado.

Uma isenção que permita uma transferência bancária para o escritório da Cruz Vermelha na Coreia do Norte "é essencial como intervenção que salvará vidas", acrescentou. "Atualmente não há outro modo disponível para intervenção humanitária e devemos agir agora".

As sanções internacionais impedem uma ampla gama de negócios, comércio e outras interações com a Coreia do Norte. As sanções foram impostas por conta dos programas de armas nucleares e mísseis balísticos do país, que foram desenvolvidos em desafio às resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas.

A Coreia do Norte não confirmou nenhum caso do novo coronavírus, mas a mídia estatal disse que o governo está estendendo o período de quarentena para pessoas que apresentam sintomas para 30 dias, e que todas as instituições governamentais e estrangeiros que vivem no país devem cumpri-lo "incondicionalmente".

Já um dos países mais fechados do mundo, a Coreia do Norte interrompeu os vôos e serviços de trem com seus vizinhos, estabeleceu quarentenas obrigatórias de uma semana para estrangeiros recém-chegados, suspendeu o turismo internacional e impôs um bloqueio quase completo sobre as viagens de travessia de fronteira.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade