PUBLICIDADE

Cresce ocupação hospitalar por pacientes com Covid na Itália

Aumento foi registrado em 12 regiões do país europeu

25 jan 2022 13h02
| atualizado às 14h05
ver comentários
Publicidade

O índice de ocupação de leitos hospitalares por pacientes com Covid-19 permanece em 30% na Itália, mas está crescendo em 12 regiões do país.

Cresce ocupação hospitalar por pacientes com Covid na Itália
Cresce ocupação hospitalar por pacientes com Covid na Itália
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

De acordo com a Agência Nacional para Serviços Sanitários Nacionais (Agenas), órgão ligado ao governo, o nível diário de ocupação de leitos de enfermaria aumentou principalmente em Vale de Aosta (57%), Friuli Veneza Giulia (36%), Lombardia (33%), Abruzzo (32%), Lazio ( 32%), Emilia Romagna (29%) e Marcas (29%).

A taxa também cresceu em Puglia (25%), Toscana (27%), e nas províncias de Bolzano (22%) e Trento (28%), enquanto registrou queda na Ligúria (40%) e Vêneto (24%).

Molise aparece com 11%, abaixo do patamar de alerta de 15% definido pelo governo. O nível de ocupação está estável em Basilicata (25%), Calábria (40%), Campânia (31%), Piemonte (31%), Sardenha (18%), Sicília (38%) e Úmbria (29%).

Ao todo, 10 regiões têm índice superior 30%: Abruzzo, Campânia, Calábria, Friuli Veneza Giulia, Lazio, Ligúria, Lombardia, Piemonte, Sicília, Vale de Aosta.

O percentual de ocupação em unidades de terapia intensiva ocupadas por pacientes de Covid permanece em 17% na Itália, mas sete regiões apresentam taxas de mais de 20%: Trento (27%), Piemonte (24%), Friuli Veneza Giulia e Toscana (22%), Lazio, Marcas e Vale de Aosta (21%).

Em nível diário, a taxa cai em quatro regiões: Lazio (21%), Bolzano (17%), Piemonte (24%) e Puglia (13%). No entanto, está crescendo em Basilicata (8%), Trento (27%), Toscana (22%) e Vêneto (17%).

Já em Abruzzo (20%), Calábria (16%), Campânia (12%), Emilia Romagna (17%), Friuli (22%), Ligúria (18%), Lombardia (15%), Marcas (21%), Molise (5%), Sardenha (15%), Sicília (19%), Úmbria (9%), Vale de Aosta (21%) as taxas permanecem estáveis.

Apesar dos dados, na Itália, a média móvel de casos em sete dias caiu pela quarta vez seguida e chegou ontem a 168.032, alta de 3% na comparação com duas semanas atrás, o que indica que a curva de contágios está estabilizada - o famoso platô. Ao todo, o país já ultrapassou a marca de 10 milhões de casos confirmados de Covid-19.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade