PUBLICIDADE

Covid: Nova Zelândia revoga 'bolha' com Austrália por 2 meses

Medida foi suspensa por conta do avanço da pandemia

23 jul 2021 11h43
| atualizado às 11h52
ver comentários
Publicidade

O governo da Nova Zelândia anunciou a revogação nesta sexta-feira (23), por ao menos dois meses, da chamada "bolha de viagens" com a Austrália por conta do avanço da pandemia de Covid-19 no território australiano.

Bolha permitia que pessoas de ambos os países viajassem sem fazer quarentena
Bolha permitia que pessoas de ambos os países viajassem sem fazer quarentena
Foto: EPA / Ansa - Brasil

"A Covid mudou e também nós precisamos mudar", disse a premiê Jacinda Ardern ao anunciar a adoção da medida. Segundo a líder política, há "um risco maior" para o sistema sanitário nesse momento por conta da disseminação da variante Delta do coronavírus Sars-CoV-2.

A "bolha" excluía a necessidade de quarentena entre os viajantes dos dois países, que são considerados exemplos na gestão da crise sanitária. No entanto, enquanto a Nova Zelândia se mantém com pouquíssimos casos da doença, diversos estados australianos vêm registrando surtos que não cessam.

A medida já havia sido suspensa com algumas áreas específicas da Austrália, mas agora foi ampliada para todo o país.

O país comandado por Ardern, que tem quase cinco milhões de habitantes, registrou apenas 2.856 casos de Covid-19 desde o início do ano passado e 26 mortes - a última ocorreu em fevereiro deste ano. No entanto, em julho, houve um aumento de contágios e o país registrou 20 nesta quinta-feira (22).

Já a Austrália, que tem pouco mais de 25,3 milhões de moradores, registra 32.589 contaminações e 916 óbitos. Desde o fim de maio, porém, o país vem vivendo uma alta constante nos números, com 162 contágios nas últimas 24 horas. .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade