1 evento ao vivo

Coreia do Norte diz que pode reverter medidas para estabelecer confiança com EUA

10 out 2019
10h37
  • separator
  • 0
  • comentários

A Coreia do Norte afirmou nesta quinta-feira que sua paciência tem limite e que pode reverter medidas adotadas para estabelecer confiança com os Estados Unidos, criticando o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) por lhe pedir para interromper seus programas de armas e repudiando um teste de míssil dos EUA.

 REUTERS/Denis Balibouse
REUTERS/Denis Balibouse
Foto: Reuters

Os cinco membros europeus do Conselho de Segurança da ONU se reuniram na terça-feira para exortar a Coreia do Norte a "adotar ações concretas" para abdicar de seus programas nuclear e de mísseis balísticos de maneira completa, verificável e irreversível.

O pedido veio dias depois de Pyongyang anunciar que testou um novo míssil balístico disparado de submarino, a maior provocação do regime desde que retomou o diálogo com os EUA em 2018.

Como parte de seus esforços para manter o diálogo, que incluiu três reuniões entre seu líder, Kim Jong Un, e o presidente norte-americano, Donald Trump, a Coreia do Norte parou de testar armas nucleares e mísseis balísticos intercontinentais.

Mas o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores norte-coreano pôs em dúvida essa restrição, segundo um comunicado noticiado pela agência de notícias estatal KCNA.

"Existe um limite para nossa paciência, e não existe lei que diga que algo de que tenhamos nos refreado até agora continuará indefinidamente", disse o porta-voz.

Ele ainda denunciou o que classificou como a injustiça de o Conselho de Segurança da ONU abordar a questão da legítima defesa de sua nação.

"O fato... está nos induzindo a reconsiderar os passos prévios cruciais que demos para estabelecer confiança com os EUA."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade