PUBLICIDADE

Coquetel de anticorpos da AstraZeneca funciona em teste de tratamento contra Covid-19

11 out 2021 10h38
ver comentários
Publicidade

O remédio experimental contra Covid-19 da AstraZeneca ajudou a reduzir o risco de doenças graves ou morte em um estudo de estágio avançado, disse a farmacêutica britânica nesta segunda-feira, um estímulo aos seus esforços para desenvolver outros medicamentos contra o coronavírus além de vacinas.

Sede da AstraZeneca na América do Norte, localizada em Wilmington, no Estado norte-americano de Delaware
22/03/2021 REUTERS/Rachel Wisniewski
Sede da AstraZeneca na América do Norte, localizada em Wilmington, no Estado norte-americano de Delaware 22/03/2021 REUTERS/Rachel Wisniewski
Foto: Reuters

O remédio, um coquetel de dois anticorpos chamado AZD7442, diminuiu o risco de casos graves de Covid-19 ou mortes em 50% em pacientes não-hospitalizados que tiveram sintomas durante sete dias ou menos, atingindo a principal meta do estudo.

A terapia injetável da AstraZeneca é a primeira de seu tipo a se mostrar promissora tanto como medicamento preventivo quanto como tratamento contra Covid-19 após diversos testes. Ela foi concebida para proteger as pessoas que não têm uma reação imunológica forte a vacinas.

"Estes resultados positivos mostram que uma dose intramuscular conveniente de AZD7442 poderia desempenhar um papel importante ao ajudar a combater esta pandemia devastadora", disse Hugh Montgomery, o principal investigador do teste, em um comunicado.

Terapias semelhantes feitas com uma classe de remédios conhecida como anticorpos monoclonais estão sendo desenvolvidas pela Regeneron, pela Eli Lilly e pela GlaxoSmithKline com a parceira Vir, e estão aprovadas para uso emergencial no tratamento de casos leves a moderados de Covid-19 nos Estados Unidos.

Na semana passada, a AstraZeneca pediu à Agência de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) uma autorização de uso emergencial da AZD7442 como terapia preventiva.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade