0

Contra crise, construção civil e tubos apostam em tecnologia

Setores tentam retomar desempenho negativo no Brasil

12 ago 2019
15h11
atualizado em 19/8/2019 às 10h05
  • separator
  • 0
  • comentários

A aprovação, em segundo turno, do texto-base da reforma da Previdência e outras medidas tomadas pelo governo de Jair Bolsonaro para estimular a economia do país criaram expectativas positivas - mas discretas - no setor da construção civil e de tubos, que tentam sair da crise.

Contra crise, construção civil e tubos apostam em tecnologia
Contra crise, construção civil e tubos apostam em tecnologia
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

De acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), "os efeitos" positivos das reformas "serão sentidos somente no médio prazo".

"A gente percebe que as obras de infraestrutura, de uma forma geral, estão paradas no Brasil. O governo não tem dinheiro para investir, então, não investe", explicou o vice-presidente de Meio Ambiente do SindusCon-SP, Francisco Vasconcellos, à ANSA.

"Mas, com as privatizações, um dos grandes objetivos desse governo, e principalmente as parcerias públicas e privadas, as áreas de saneamento e infraestrutura vão ser altamente impactadas e vão ter um crescimento expressivo nos próximos meses", previu.

Apesar das incertezas que afligem a construção civil, diversas empresas do setor, principalmente as de metais e tubos, já têm apostado em novas medidas para superar as barreiras deste cenário. Uma delas é o investimento em tecnologia, customização dos produtos e diversificação de aplicações.

"O setor de aço enfrenta desafios a nível mundial e uma prolongada recessão no Brasil. Os volumes como um todo caíram de forma significativa. Para se manter em crescimento, é fundamental que se possa diversificar a atuação tanto com novos clientes quanto com novos produtos", disse Luis Otavio Barbosa, diretor comercial da BTL Steelworks.

Outro exemplo de superação é o da Tubos Oliveira, que decidiu trabalhar com peças cortadas sob medida para tentar e diferenciar no mercado. Especializada em tubos de aço carbono, a empresa diz estar confiante que o mercado de tubos tenha alta nos próximos anos, sobretudo com a perspectiva de novos projetos que estavam engavetados devido à crise econômica.

BTL Steelworks e a Tubos Oliveira estão entre as dezenas de companhias que apresentarão suas novidades entre os dias 1 e 3 de outubro, em São Paulo, quando representantes do mercado e fabricantes de componentes irão se encontrar na Tubotech, feira internacional de tubos, válvulas, bombas e conexões.

Organizada e promovida pela Cipa Fiera Milano, o evento é um dos maiores do setor na América e atrai grande número de profissionais da construção civil.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade