0

Confira pistas 'low cost' para esquiar nesta temporada

Estações de esqui no Hemisfério Norte já abriram as portas

6 dez 2018
09h50
atualizado às 10h14
  • separator
  • comentários

Os esportes de inverno costumam ser associados aos melhores resorts, roupas extravagantes e ingresso super caros. Mas a maior parte dos viajantes procura uma experiência mais econômica, que inclua visuais de tirar o fôlego e adrenalina.

Confira pistas 'low cost' para esquiar nesta temporada
Confira pistas 'low cost' para esquiar nesta temporada
Foto: Ansa / Ansa - Brasil

Por isso, o site de hospedagem Booking analisou os preços de mais de 300 destinos eleitos pelos próprios turistas e considerados econômicos.

Sölden, Áustria: Sölden oferece vistas espetaculares, tanto que foi escolhida para ser cenário do 24º filme do James Bond. A geleira Rettenbach já foi por diversos anos o ponto de partida da Copa do Mundo de Esqui Alpino. Mas, nessa estação, a temporada para esquiar começa cedo, já em novembro, inclusive para os amadores. Os preços das estruturas entre novembro e início de dezembro são aproximadamente 40% mais baixos do que na alta temporada, em janeiro.

Kopaonik, Sérvia: Kopaonik é a maior estação de esqui de todo o sudeste da Europa, e mostra como não são só os alpes que oferecem pistas circundadas por bosques e uma culinária atraente. A temporada abre oficialmente na primeira semana de dezembro, e as tarifas das duas primeiras semanas do mês são entre 40% e 50% mais econômicas do que na alta temporada, em janeiro.

Niseko, Japão: A cidade é famosa em todo o mundo pelas pistas sempre cheias de neve e aptas para esquiadores de todos os níveis. A estação oferece uma vista incrível sobre o monte Monte Y?tei, também chamado de Yezo Fuji, pela semelhança com o Monte Fuji, o mais alto de todo o Japão. A localidade é muito frequentada entre fevereiro e março, mas os preços das locações e das estruturas são 50% mais econômicos na metade de março, comparado com o período mais caro, que compreende da metade até o final de dezembro.

Rokytnice nad Jizerou, República Checa: Rokytnice é o lugar perfeito para os equiadores menos experientes, graças às suas pistas mais amplas. A área no entorno do Monte dos Gigantes é muito famosa entre os apaixonados por esqui de fundo, que tem as estações e as Prefeituras trabalhando em conjunto para preservar e traçar os 600 km de pista, além de indicar os relativos caminhos. Esquiar na República Checa é econômico por si só, mas os preços diminuem ainda mais nos primeiros dias de março.

Killington, EUA: Killington é a maior estação de esqui do leste dos Estados Unidos. O resort abre, geralmente, em novembro ou até mesmo no final de outubro, dependendo das condições metereológicas. Os preços são 50% mais baixos da abertura da estação até a metade de dezembro.

Stoneham, Canadá: Stoneham se localiza a menos de meia hora de Quebec, entre a natureza espetacular dos Montes Laurenziani. As instalações abrem no final de novembro e é possível encontrar descontos já nos primeiros dias de dezembro, com preços 40% mais econômicos do que na alta temporada.

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade