3 eventos ao vivo

Com eleição próxima, EUA enfrentam aumento recorde de casos de coronavírus

30 out 2020
18h09
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um aumento recorde de casos de coronavírus nos Estados Unidos está deixando os hospitais perto do limite de sua capacidade e causando a morte de até 1.000 pessoas por dia, segundo dados mais recentes, com grande parte da atenção do país voltada para a eleição presidencial de terça-feira.

Eleitores votam na eleição norte-americana em Los Angeles
30/10/2020
REUTERS/Lucy Nicholson
Eleitores votam na eleição norte-americana em Los Angeles 30/10/2020 REUTERS/Lucy Nicholson
Foto: Reuters

Os Estados Unidos atingiram a marca de 9 milhões de casos confirmados na sexta-feira, com quase 229.000 mortos desde o início da pandemia, de acordo com uma contagem da Reuters de dados divulgados publicamente.

O país quebrou seu recorde de novas infecções por coronavírus em um único dia na quinta-feira, ao confirmar pelo menos 91.248 novos casos, enquanto 17 Estados relataram seus maiores números diários de pacientes com Covid-19 hospitalizados desde o início da pandemia.

Mais de 1.000 pessoas morreram por causa do vírus na quinta-feira -- a terceira vez em outubro que essa marca foi ultrapassada em um único dia. O número de pacientes com Covid-19 hospitalizados aumentou mais de 50% em outubro, para 46.000, o maior desde meados de agosto.

Entre os Estados mais atingidos estão aqueles onde a disputa está acirrada na campanha entre o presidente Donald Trump, um republicano, e o desafiante democrata, Joe Biden, como Michigan, Carolina do Norte, Ohio, Pensilvânia e Wisconsin.

O aumento de casos ressuscitou algumas das piores imagens da primeira onda devastadora do vírus em março, abril e maio, com pessoas em ventiladores morrendo sozinhas em hospitais e equipes médicas exauridas física e mentalmente.

Veja também:

As irmãs Khachaturyan: o assassinato que divide a Rússia
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade