0

Com cenário desfavorável, Trump muda gerente de campanha

Bill Stepien assume posto de Bard Parscale, que será 'consultor'

16 jul 2020
09h44
atualizado às 10h05
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com cada vez mais pesquisas mostrando um cenário desfavorável nas eleições presidenciais deste ano, o republicano Donald Trump usou as redes sociais para anunciar a troca de seu gerente de campanha.

Trump anunciou troca em momento em que aparece perdendo nas pesquisas eleitorais
Trump anunciou troca em momento em que aparece perdendo nas pesquisas eleitorais
Foto: EPA / Ansa - Brasil

"Tenho o prazer de anunciar que Bill Stepien foi promovido ao cargo de gerente da campanha. Brad Parscale, que está comigo há muito tempo e lidera nossas grandes estratégias digitais e de dados, permanecerá nesse papel, como consultor sênior da campanha", escreveu em sua conta no Twitter na noite desta quarta-feira (15).

Parscale é apontado como um dos principais responsáveis pela ascensão e conquista de Trump em 2016 porque, apesar de ser novato no mundo político, tinha muita experiência em redes sociais e publicidade digital. Por sua vez, Stepien tem um perfil mais tradicional, tendo já trabalhado tanto na campanha presidencial de 2016 como na do ex-governador de Nova Jersey Chris Christie.

Em uma postagem na sequência, o republicano ainda ironiza e diz que a vitória nas eleições de 2020 "serão ainda mais fáceis" já que "nossos números nas pesquisas estão crescendo rápido, a economia está melhorando, e as vacinas e tratamentos já estão a caminho".

Apesar do post de Trump, a mudança ocorre em um momento em que todas as pesquisas de opinião mostram que o democrata Joe Biden está à frente dele - com vantagens que chegam a 14%.

Nesta quarta, a última delas publicada pelo Wall Street Journal/NBC, mostra que o ex-vice-presidente dos EUA tem 51% dos votos contra 40% do magnata.

A queda nas pesquisas é um reflexo da má gestão da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), sendo que o país é o que mais registra casos e mortos no mundo, e os consequentes problemas econômicos.

Veja também:

Explosão em Beirute arranca repórter de cadeira em entrevista ao vivo
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade