3 eventos ao vivo

Coalizão liderada pelos EUA diz que vai sair do Iraque

6 jan 2020
17h53
atualizado às 18h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A coalizão militar liderada pelos Estados Unidos contra o Estado Islâmico disse nesta segunda-feira que está se retirando do Iraque e vai reposicionar suas forças nos próximos dias e semanas, de acordo com uma carta vista pela Reuters.

Um fuzileiro naval dos EUA supervisiona seu esquadrão enquanto eles fazem a segurança no complexo da embaixada dos EUA em Bagdá, Iraque. 03/01/2020. Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA. Divulgação via REUTERS.
Um fuzileiro naval dos EUA supervisiona seu esquadrão enquanto eles fazem a segurança no complexo da embaixada dos EUA em Bagdá, Iraque. 03/01/2020. Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA. Divulgação via REUTERS.
Foto: Reuters

"Senhor, em deferência à soberania da República do Iraque, e como solicitado pelo Parlamento iraquiano e pelo primeiro-ministro, a CJTF-OIR vai reposicionar suas forças nos próximas dias e semanas para se preparar para o movimento adiante", afirma a carta do brigadeiro dos fuzileiros navais William H. Seely 3º, comandante-geral da força-tarefa no Iraque.

"Respeitamos sua decisão soberana de determinar nossa saída", afirma a carta.

A autenticidade da carta, endereçada à unidade de operações conjuntas em Bagdá do Ministério da Defesa do Iraque, foi confirmada à Reuters de forma independente por uma fonte militar iraquiana.

Um porta-voz do Pentágono disse que não podia comentar de imediato a autenticidade da carta.

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade